18.8.06

Mãe de Todas as Mães

Mais uma vez venho a Ti
Mãe de todas as mães
Que abrigou no santo ventre
Quem deu a vida por nós

Amor de todos os amores
Carinho sem trégua ou limites
Nos momentos de imensa dor
Sempre estás presente

Hoje é dia de festa
Dia que homenageamos as mães
Desejo então neste dia
Abrigar-me no teu abraço

Um dia eu possa quem sabe
Ver em teus olhos refletida
A imagem de meu rosto
Junto com aqueles que amo

Mãe de eterna beleza
Primeiro sopro de amparo
Tu serás sempre para mim
Exemplo de ternura

E o amor que percebo
Dentro de meu coração
Pudera um dia mãezinha
Traduzir para os que encontro

E se esta graça alcançar
Sei que um mundo melhor
Com certeza nascerá
Presente incomparável
Da mãe de todas as mães

Um comentário:

  1. Olá Cristina, que imensa alegria conhcer você e sua poesia.
    Cheguei até seu Bolg, pelo dia das Mães, onde li seus belos versos :
    Mãe de Todas as Mães . E deixo o convite para participar de nosso evento do dia das mães em nosso Site, que deixo abaixo.
    Sendo este está ao Link da Índice EVENTOS.
    www.avspe.eti.br/
    Efigênia Coutinho
    Presidente
    AVSPE
    Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores
    avspe@avspe.eti.br
    E-mail

    ResponderExcluir